segunda-feira, junho 18, 2007

É COR DE ROSA CHOQUE...

Da Folha Online
PARADA DE ORGULHO HÉTERO reúne 15 pessoas em São Paulo.
Que péssima tentativa de pegar carona na Parada Gay...
Bem, bem... Ou nós, os héteros, não temos muito do que nos orgulhar, ou nosso marqueteiro é péssimo, ou a falta de verba oficial desanima qualquer tentativa de orgulho...

18 comentários:

Fábio disse...

Sempre que leio a palavra "parada" vejo-me na infância/adolescência e lembro dos desfiles de 7 de setembro. Quanto a questão do "orgulho" hetero, acho que você já sintetizou bem Acantha.

Jens disse...

Meus temores concretizaram-se: o terceiro sexo passou para primeiro.
Só espero que ser gay não se torne uma obrigação regulamentada em lei.

Manoel Carlos disse...

Em São Paulo, heterossexualismo caiu de moda?

Acantha disse...

Qual sua idade, FÁBIO????????????

Halem Souza (Quelemém) disse...

Mas, cá pra nós, esse tipo de parada não é geralmente pra afirmar o direito de alguma minoria? Pra que organizar uma parada hetero? Que direitos precisam ser afirmados nesse caso?

Tô entendendo cada vez mais nada.

ACANTHA disse...

Que tal uma passeata pelos nossos direitos, JENS??? Já somos dois!

ACANTHA disse...

Moro bem pertinho. Mas não em São Paulo, querido MANOEL CARLOS. Não posso responder por eles...

ACANTHA disse...

Como não, HALEM querido? E os direitos aos trinta e três segundos de fama, que era a mensagem implícita???

R.C disse...

O atraso eh explicito em uma sociedade que ainda precisa re-afirmar o orgulho que tem de sua propria sociedade. Isso ocorre no mundo todo, atrasado, mesmo que eu acredite na parada, acredite na irritacao que ela causa nas gentes xenofobicas. A necessidade de que alguem precise se impor para, finalmente, causar uma aceitacao glocal, eh sintoma do atraso. Ao meu momentaneo ser, pelo menos. Bjx

RF

Meneau disse...

Hoje em dia ser hetero parece que já está começando a pegar mal...

Ah, Acantha, fiz a devida explicação ao seu último comentário lá no meu blog. Um abraço.

ACANTHA disse...

Aprendi muito cedo que eu CAIBO no mundo, que faço parte, ROY. Embora alguns digam que isso me tornou uma tiranazinha sem reino,talvez por isso mesmo nunca tenha precisado provar grandes coisas a quem quer que seja... Vê que evoluída??

ACANTHA disse...

Ai, MENEAU... Isso significa que algum dia os héteros farão passeatas ou paradas e terão que sair do armário?? Sou capaz de levantar grandes bandeiras não...

Jens disse...

Oi Acantha:
É tarde, eu sei, mas lembrei de uma observação do Paulo Francis no seu primeiro romance - Cabeça de Negro. Segundo ele, o hábito do macho nacional viver coçando o saco (perdoe a deselegância, mas a esta hora meu cérebro não está funcionando muito bem), seria a característica de um "povo jovem testando manualmente a própria virilidade". Não tem muito a ver. Mas a explicação é legal.
Vou mimir. Boa noite. Sonhe com os anjos.

Jens disse...

OPS, o romance é Cabeça de Papel. (Mais um revisor demitido. Estou ficando sem serviçais).

Acantha disse...

Triste sina dos revisores deste país, JENS querido... E, faça como eu: tenha acólitos... Beijo!

o Cronista disse...

Olá, primeira vez aki,
mas axo q a parada foi simplesmente mal divulgada,
ou só tem esse tanto de heteros em sampa!

ACANTHA disse...

Oi, CRONISTA... Bom que veio. Verdade... Foi mais ou menos isso que eu disse no post. Volte sempre!

Manoel Carlos disse...

Acho que o relações públicas é enrustido.