terça-feira, outubro 02, 2007

CALDEIRÃO DO LADRÃO

Folha de São Paulo - 1/10/2007

O marido de Angélica, pai de Joaquim e que breve vai ganhar mais um herdeiro, Benício, sentiu que podia morrer. “Não veria meu segundo filho. Deixaria órfã uma inocente criança. Uma jovem viúva. Uma família destroçada. Uma multidão bastante triste. Um governador envergonhado. Um presidente em silêncio. Por quê? Por causa de um relógio”.

Para finalizar, Luciano Huck que além de comandar o "Caldeirão do Huck" é diretor-presidente do Instituto Criar de TV, Cinema e Novas Mídias, faz uma análise pessimista: “E, se você ainda não tem um assalto para chamar de seu, não se preocupe: a sua hora vai chegar. Desculpem o desabafo, mas, hoje, amanheci um cidadão envergonhado de ser paulistano, um brasileiro humilhado por um calibre 38 e um homem que correu o risco de não ver os seus filhos crescerem por causa de um relógio. Isso não está certo”.


Em que pese o respeito que todo assaltado merece, o rapaz apenas sentiu na pele a realidade que centenas de brasileiros sentem diariamente, alguns sem sequer uma grife no relógio que lhes é roubado. Outros tantos, efetivamente perdem a vida e deixam órfãos inocentes e viúvas jovens. Famílias destroçadas também. Multidões entristecidas, governadores envergonhados e presidente em silêncio, não muitos, e muito poucos com esse ego... Pouquíssimos também são os que podem contar sua triste história em jornais de grande circulação ou em rede nacional.
E se hoje o jovem apresentador amanheceu um cidadão envergonhado de ser paulistano, um brasileiro humilhado, creio que é apenas porque não tem o hábito de ler as páginas dos jornais ou assistir noticiários que nos fazem devorar as "novidades do mundo cão", o que nos humilha e envergonha diariamente.
Hei de concordar com ele, no entanto. ISSO não está certo. Que isso? Vocês decidem...

10 comentários:

Halem Souza (Quelemém) disse...

Eu li esse artigo da página 3. Só me fez sentir mais antipatia por uma das "celebridades" midiáticas que mais detesto. Em determinado trecho, ele escreve que faz as pessoas felizes com seu programa de TV. Então por que não o usa também como espaço de denúncia, alerta, informação e crítica, ao invés de mostrar shows de qualidade duvidosa, chupados do lixo televisivo norte-amaericano, além de assistencialismo barato pra "playboy" ver?

Mais uma vez, me desculpe, Acantha, por usar seu blog como lugar de desabafo, mas essa coisas me esgotam a paciência. Um abraço.

ACANTHA disse...

HALEM querido, sinta-se livre para usar o Banalidades como e quando queira.
Uma celebridade (??) usando seu espaço para denúncia, alerta, informação e crítica? Isso não dá lucro, HALEM..

adelaide amorim disse...

Acantha, são tantos os issos errados, tantos... E vêm de tão longe, não? Não há mais lugar pra egos inflados, assim como ninguém pode dizer "sabe com quem está falando". Quem ainda se julga acima da realidade não entendeu nada - ou pior, não quer entender.
Beijo por seu ótimo post.

Fernanda Passos disse...

Beijos acantha.

ACANTHA disse...

Obrigada ADELAIDE querida, sobretudo por seus comentários sempre pertinentes!

ACANTHA disse...

Beijos, FERNANDA! Você é uma querida!

Gustavo Chaves disse...

A questão é que nós temos a consciencia de somos vitimas, enquanto não passamos de "vitimas algozes" na mesma condição de um bandido uma "vitima algoz", quem é mais culpado? não sei.

ACANTHA disse...

Já não cabe buscar culpas, GUSTAVO. Precisamos encontrar soluções. Até para as pobres vítimas do 'marquetingui'...

Jens disse...

Quer saber de uma coisa:
que se explodam todos - o Huck, o Superman, o Batman, o Coringa, o Lula e o Serra. Heróis e vilões. E eu também.

ACANTHA disse...

O Nacional Kid também, JENS???