quarta-feira, outubro 24, 2007

FIGURAS DE LINGUAGEM

Não vou comentar o que penso (se a alguém interessa..) frente a entrevista concedida pelo promotor homicida, digo, "acusado de homicídio", Thales Schoedl, por muito longa, repetitiva e desnecessária. Não se espera um mea culpa de acusados. Quem quiser lê-la, aqui: http://observatorio.ultimosegundo.ig.com.br/artigos.asp?cod=456CID001. Porém, como achei muito interessante algumas colocações do indigitado, aqui vai um trecho:
Os fatos de 2004
P. - Muita gente não acredita na legítima defesa, pelo fato de o senhor ter disparado 12 vezes...
R. - Eu queria esclarecer que eu não efetuei 12 disparos contra as vítimas. Metade desses disparos foram de advertência. Eu atirei para cima, para o chão, guardei a arma... Antes já havia me identificado como promotor de justiça, afirmei que estava armado, eles disseram que eu não era promotor, que a arma era de mentira. Após os disparos de advertência, eu fugi. Depois efetuei novos disparos de advertência, fui encurralado, daí prosseguiram todos os fatos que eu já narrei no meu interrogatório. O que eu queria deixar claro é que eu não efetuei 12 disparos porque mexeram com a minha namorada. Eu efetuei disparos, que não foram 12, para me defender, após os disparos de advertência. Inclusive os meus dois braços ficaram arranhados, quando as vítimas tentaram pegar a minha arma. Isso está no laudo pericial. Este laudo, que não é sigi
loso, nunca foi divulgado, e o laudo aponta lesões corporais nos meus dois braços ["Escoriação de 2cm de forma linear no antebraço direito/ Escoriação de 2cm de forma linear e quatro Escoriações de 5mm de diâmetro no braço esquerdo/ Escoriação de 4cm de forma linear no antebraço esquerdo"].


Guardem para práticas futuras: ao serem arranhados, considerem atirar para matar. Mas não mais que seis tiros de advertência e outros seis na vítima. A lei deve privilegiar excessos para garantir a tese de legítima defesa aplicável a promotores ególatras. E nunca mais o chamem de "assassino", porque é pejorativo. Ele é apenas "acusado de homicídio".
Meus sais, por favor..

20 comentários:

o Cronista disse...

acusado de homicio?
soa como meia culpa....

R.C disse...

Interessante, ne Acantha, porque aqui nos EUA isso seria tao legitimamente polemico, que nesse caso o que assusta aqui eh a humanidade, e nao o pais.

bjx

RF

alex sens disse...

haha, que coisa! isso me parece um eufemismo :)

beijos!

Jens disse...

Oi Florzinha.
PQP! (perdão).
O cara deu SEIS tiros de advertência e mesmo assim a malta foi pra cima dele? Hummm....
***
Beijim.

ACANTHA disse...

Meia culpa? Raros são "meio inocentes", CRONISTA...

ACANTHA disse...

A pequena humanidade, ROY???

ACANTHA disse...

Eufemismo?? Disferismo?? Catacrese?
De oportuno, só o título, ALEX...

ACANTHA disse...

A malta foi sim, JENS!!!
E o arranharam, ui...
Mereciam morrer, né???
Bom assunto prá Gazeta Mundo Cão, da Ane...

Flávio disse...

Interessante, sim. Soa como aquela piada do delegado que interroga a homicida: "- Então, quer dizer que a senhora matou o seu marido por acidente. Mas todas as seis facadas?!". ;) Falando sério, parabéns; gostei do seu blog!

Marcelo F. Carvalho disse...

Acantha, ele não merece ser preso porque ele pode ter matado, mas não é assassino...hehehe... Neste país há assassinos mais assassinos que outros... Dá-lhe meu Brasil!!!
______________________
Abraço forte!

Eduardo disse...

Eu, por exemplo, quando sou arranhado, pego um taco de baseball e dou três batidas na perna da pessoa. Não é aviso não, é para impedir que ela fuja. Aí eu só dou uma pancada na cabeça e tá tudo resolvido. Nunca mais serei arranhado... por essa pessoa.

Gustavo Chaves disse...

Oxente, é autoridade, e neste país autoridade pode tudo, matar é o básico! Contra-legem neste país é roubar para comer, o direito penal minimo, o garantismo penal só se aplicam às classes ricas, mas alguem pode dizer, "Oras, mas ele tá preso" mas essa prisão e o julgamento é "crônica de uma morte anunciada" todo mundo já sabe o que acontecerá!

ACANTHA disse...

FLÁVIO??? Poucas, pouquíssimas mulheres que matam os maridos o fazem por acidente... Estatisticamente comprovado, extra-oficialmente falando..
Falando sério: obrigada pelos elogios!!! Volte sempre!

ACANTHA disse...

Verdade, MARCELO... Ele "podia estar estando trabalhando e se bronzeando, a nível de promotor, enquanto pessoa", né?

ACANTHA disse...

EDUARDO hoje você está impossível!

ACANTHA disse...

Lamento, GUSTAVO. Ele está solto...

Menáge à Trois disse...

sei lá meu, o mundo é cheio de injustiças... Loreena Bobbit presa por ter cortado o pau do marido depois dele ter agredido ela, e ele fazerndo filmes "Bobbit sem cortes"

O aior erro dela foi ter jogado a piroca dele na never.

Como Eu

Flávio Voight disse...

Vou matar o outro Flávio desses comentários.

Por legítima defesa.

ACANTHA disse...

COMO EU? Você pensa como eu...

ACANTHA disse...

FLÁVIO??? Sabe quanto custa A HORA de um advogado???
E, ele freqüenta o blog mas...
No meu coração só há você!!!