terça-feira, maio 29, 2007

O PIOR CEGO É...

Depois de anos de tantos e tão bons serviços prestados, resolvi presentear minha linda e antiga mesa, com um tampo de vidro.

Sem trena, fita métrica ou algo que tal, o vidraceiro sugeriu que eu medisse o diâmetro com um cabo de vassoura e levasse à loja, uma vez que minha pressa não permitia esperá-lo por mais dois dias.

Linda tarde de sol de outono, lá vai Acantha. Na frente da vidraçaria, paro, esperando para atravessar a rua.

Entro. Acantha encantada.

Acantha: - Você viu Josué? Ainda há esperanças para o mundo! Eu nem estava na faixa de pedestres e todo mundo parou para que eu atravessasse!!!

Josué: - Pois é, Acantha... Com esses imensos óculos de sol, e um cabo de vassoura pintado de branco na mão, pararam porque pensaram que você é cega...

Fim das minhas esperanças na humanidade...

16 comentários:

Fábio disse...

Não perca suas esperanças no ser humano Acantha, pois todos estão sujeitos às Leis da evolução e do prgresso.

R.C disse...

aiai, acho q nem pra cego parariam, quem sabe voce tenha motivo pra resquicios de esperanca?

bjx

RF

Meneau disse...

Penso como o comentarista anterior. Ainda bem que ainda pararam para uma pessoa que pensavam ser cega... Um abraço.

ACANTHA disse...

Ah, FÁBIO... Preciso de mais umas quatro encarnações para atingir seu nível...

ACANTHA disse...

Bem, ROY... Se não parariam para um cego, não há resquícios possíveis...

ACANTHA disse...

Vamos deixar de lado qualquer ilusão. Eu mesma pensei que pararam porque me acharam bonita, MENEAU...

Jens disse...

Oi Florzinha, olha eu de novo gazeteando o trabalho.
Concordo contigo: acho que os caras ficaram extasiados com a tua beleza fulgurante e pararam todos abobalhados, a baba a escorrer pelos cantos das bocas abertas: "Deusa, Deusa, Deusa!" exclamaram em uníssono (ao que um engraçadinho perguntou "será que não é Gabrielle a fiel escudeira de Xena, a Princesa Guerreira, que também anda de cajado em punho?").
Corrobora esta versão (da tua beleza ofuscante) o fato sabido de que o brasileiro, povo folgazão, não resiste a oportunidade de sacanear ceguinho, quanto mais uma ceguinha.
Beijocas congeladas (brrrr, que frio) e exaustas (tô na labuta desde as sete da matina).

ACANTHA disse...

Apreendeu a arte da sedução já no leite materno JENS??? Notem: ele NUNCA me viu. Sequer IMAGINA como eu seja.Pode menos ainda supor se sou parente da Maga Patalógica... E me descreve com "o olhar de Dulcinéia, a malícia de Frinéia,
o sorriso e o olhar de Gioconda,
o glamour de Du Barry e o porte de nobreza de madame Pompadour" (in Escultura, com Nelson Gonçalves)... Homens... Eis-nos aos seus pés... (Só pode ser o frio, JENS..)

Eduardo disse...

Se fosse um cego no volante acho que não teria parado....

Halem Souza (Quelemém) disse...

Acantha, permita-me uma observação: esse Jens é bem abusadinho, não? E o cara vai lembrar de Xena, a Princesa Guerreira? Bom, Combatente Jens, pelo menos agora não fico com vergonha de admitir que também vejo o seriado (rs). Um abraço.

ACANTHA disse...

ACHA, EDUARDO??? Baseado em quê???

ACANTHA disse...

HALEM meu querido.. A lista do que não admitimos é muito extensa... E você tem toda razão quanto ao Jens: bem abusadinho... Mas é adorável também..

Manoel Carlos disse...

Josué tem senso de humor :)
Será que o tampo coube, com uma medição tão precisa?
Quanto ao comportamento dos motoristas, Flora, minha filha caçula, diz que conheceu a civilização brasileira quando foi a Alta Floresta, Mato Grosso, pertinho do Pará e do Amazonas, cidade que justifica o nome que tem. Lá, carros, carretas, caminhões, todos paravam sempre que alguém fazia menção de atravessar a rua, na faixa.
Uma vez, numa esquina, vindo de uma rua secundária, uma motorista olhava para a direita, de onde vinham os carros, para que ela pudesse entrar na avenida principal, eu, saindo da esquerda dela, ia atravessar a rua secundária e ela, quando foi entrar na principal e percebeu que eu pretendia passar, só faltou descer do carro, de tanto pedir desculpas por ter iniciado o movimento sem me dar a preferência.

ACANTHA disse...

Nem lhe digo, MANOEL CARLOS... Josué fez o serviço direito e tirou as medidas "comme il faut". Ainda, disse não acreditar que eu tenha feito o que fiz - ele estava brincando e, distraída que sou... Bem.. Rendeu um post! E, em toda América Latina, exceto no Brasil, TODOS os automóveis respeitam os pedestres!! Seu caso com a motorista é realmente raro. E digno de nota...

Jens disse...

"Eu sou apenas um rapaz latino-americano, sem parentes distantes e vindos do interior.
Mas trago de cabeça um canção do rádio onde um antigo compositor baiano me dizia tudo é dívino, tudo é maravilhoso...
Não me peça que eu lhe cante divina, maravilhosa..."
Bosta, bosta, bosta... Tô falando sério.Tá doendo de verdade. não sei porquê? (Não me sacaneia. Tô de guarda baixa).
Um beijo assustado e choroso (não sei bem porquê)
Jens.
Desta vez doeu, demais...

Acantha disse...

O que aconteceu, pauvre chéri??? Venha que eu assopro, JENS, mas não fique assim, nunca e de forma alguma...