segunda-feira, setembro 03, 2007

COMO É QUE É???

03/09/2007 - Agência Estado

"Os ferroviários do Rio ameaçam entrar em greve caso a SuperVia, concessionária que administra a linha férrea Central do Brasil, emita um laudo que aponte falha humana no acidente com os dois trens, ocorrido na semana passada em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense."

Então, não há mais que se falar em "errar é humano"?
Obrigatoriamente, tem-se que encontrar um erro mecânico para que serviços essenciais não deflagrem uma greve?
As coisas não são mais como comprovadas pela perícia?
Mistério...

14 comentários:

Halem Souza (Quelemém) disse...

Tem um nome para este tipo de atitude... Como é mesmo?...Tá na ponta da língua...Ah, lembrei: CORPORATIVISMO. Um dos males que ajuda a explicar a decadência do movimento sindical brasileiro.

Jens disse...

Oi Florzinha:
Concordo contigo: CUMEQUIÉ? Menos rapaziada, menos... Falo isto na qualidade de quem foi grevista (fui um líder involuntário na primeira greve de bancários depois da vigência do AI 5 - 1979,no governo Figueiredo, sem garantia no emprego (apesar de então trabalhar no estatal Banrisul). Demos a cara para bater, com o arrojo da nossa juventude militante. Um dia conto esta história, de novo, na Toca. Falei do assunto quando a Toca se chamava Trincheira. Mino Carta, na época diretor de redação do Jornal da República, mandou o repórter Núnzio Briguglio cobrir a nossa resistência insana, com uma única missão: descobrir quem eram aqueles jovens bandários gaúchos que imaginavam que poderiam derrubar a ditadura militar através de uma greve (depois da primeira semana de greve, TODOS os demais sindicatos do Brasil aceitaram a proposta dos banqueiros - que contemplava um reajuste salarial decente e garantia um certo tempo de garantia no emprego. Só Porto Alegre continuou em greve, por mais uma semana (minha participação nesta decisão foi fundamental). Foi então que conheci o metalúrgico Lula. Até o ministro da Justiça Tarso Genro, então advogado do SEEEB-POA, era contra a continuação da greve. Estavam certos os que defendiam esta posição. Mas eu, como sempre, mandei a razão às favas. Pela primeira vez falei em uma assembléia - Gigantinho lotado com 10 mil pessoas. A emoção venceu a razão. No fim, pagamos o amargo preço. Mas ninguém ficou choramingando por causa disto. É uma cicatriz de guerra que até hoje carregamos com orgulho.
***
Fui ao centro da cidade hoje. Dia lindo: céu azul, sol, calor. O sexo frágil invadiu as ruas da cidade, exibindo toda a sua exuberância (e, neste caso, me refiro às lobas e balzaqueanas. Ao contrário de muitos velhos lobos solitários, eu prefiro mulheres maduras). Minha alma canta. Como acontece com o kriptoniano Kal-El, o sol renova minhas forças.
***
Hoje é o aniversário da Rosa (bandida, estrela do meu caminho), a mana que mora em Floripa, e também do chefe Carlos Simon - que vai dar uma recepção só para familiares e amigos íntimos na sua cobertura em Petrópolis. "Não vou", disse para meu associado Moah, argumentando que preciso trabalhar para fechar o Marca da Cal na quarta-feira (jornal que fazemos para o Simon). Moah fulminou: "nem pensar. É como se o Lula te convidasse para o aniversário dele e tu não fosse. Não dá." Ele tem razão. É mais ou menos isto aí. Assim, serei obrigado a me submeter a uma noite regada a Jack Daniel's, vinho e churrasco da melhor qualidade. Acho que o LFV vai estar lá. O ideal seria que VOCÊ também estivesse. Mas não se pode ter tudo, né?
Um abraço, um beijo e um excelente início de semana.

ACANTHA disse...

Muito bem dito, HALEM.

ACANTHA disse...

Obrigada pela aula de história, JENS. Por favor, conte mais!!!
Você acha mesmo que eu diria minha idade publicamente???
O ideal seria ideal...
Bye-tchê!!!

Jens disse...

Florzinha:
Eu jamais seria tão indelicado a ponto de querer saber a tua idade cronológica de acordo com o calendário gregoriano. Para mim, consegues mesclar o conhecimento da maturidade com a iconoclastia da juventude (que, por vezes, tem o dom de espicaçar a minha rabujice - o que é bom, me fez pensar). Assim, considero que tens a idade ideal. Isto me basta. Fui - chefe Simon me aguarda.

Meneau disse...

Acantha, estou embasbacado com a participação sensacional de Jens nos grandes momentos da História nacional! Quem diria...

ACANTHA disse...

Eu, JENS???

ACANTHA disse...

Este é dos blogs mais bem freqüentados da net, MENEAU!!!
E, avante com a campanha: JENS PARA PRESIDENTE!!! (Meu voto é dele!)

Jens disse...

Aceito. Mas só com poderes ditatoriais.

ACANTHA disse...

ABAIXO A DITADURA, JENS!!! IMPEACHMENT JÁ!!!!

Fábio disse...

Relmente no Brasil tudo é muito sinistro...Quanto aos comentaristas do Blog, sou suspeito em falar, mas são realmente diferenciados. Parabéns Acantha por conseguir reuni-los neste blog.

ACANTHA disse...

Ah, FÁBIO... Vocês "se" reuniram aqui.. Só sirvo o chá...

Manoel Carlos disse...

Das duas uma: os ferroviários sabem que procuram um bode expiatório, ou o corporativismo dominou o Brasil por completo, afinal o exemplo vem de cima.

Acantha disse...

E agora que comprovaram falha humana, MANOEL CARLOS??