sexta-feira, janeiro 12, 2007

DIÁLOGOS DO ABSURDO...

1- Olha a cor do céu! Negro de poluição. Não dá mais prá conviver com essa Petroquímica.
Me dá aquele telefone que a gente fala mal que eu vou resolver isso já!!! (Algum órgão de defesa do consumidor, talvez??)
2 - Quanto tempo mais a gente vai ficar sem luz? Onde tem uma conta de luz? - Na mesa da cozinha. Conta na mão, lá vai ela, cheia de razão, ligar para a SEMASA...
- Isso, liga mesmo prá lá e fala que acabou a luz que eles te mandam um caminhão de água já já... (SEMASA - Secretaria Municipal de Águas e Saneamentos)
3 - "Um dia, ainda vou conhecer o teatro Municipaulo...
- Mas tu é uma anta paralítica atrapalhando a cultura grega mesmo..."

8 comentários:

Manoel Carlos disse...

O mais absurdo é que diálogos como estes são comuns, não é?

Flávio disse...

Você não me levou pra conhecer o Teatro Muricy Paulo.

sandra camurça disse...

Oi, Garota!
Voltei! Tava morrendo de saudade dos(as) amigos(as) blogueiros(as). Ai que essa questão de gênero ainda me mata!

Beijão, Linda!

Marisinha disse...

Oi amiga, tudo bem? Realmente, esta petroquímica tá demais. Muito legal a série. Um beijo.

Acantha disse...

E como são, querido MANOEL CARLOS, e como são...

Acantha disse...

Em dois dias, te apresentei o que levei ANOS para conhecer de São Paulo, FLÁVIO... Mas é simples: volta, vai...

Acantha disse...

Muito bom ter você de volta SANDRA... Mas agora quem vai sair sou eu.. Uma semaninha, tá???

Acantha disse...

Beijo, Dona MARISINHA... Adoro a senhora por aqui!!!