quarta-feira, janeiro 17, 2007

ASSIM É...

Trágico acidente com trágicas consequências...
Mas não fosse isso, o que seria do jornalismo da rede Globo neste janeiro chuvoso? Só falam disso...
Mas não vou comentar o fato dos familiares das vítimas insistirem em ficar acampadas recusando a estada em hotéis.
Nem a exigência deles, para que se retirem IMEDIATAMENTE os corpos soterrados.
Já morreram vários mesmo...
Que mal há em correr-se o risco de perderem-se outras vidas com novos soterramentos???
Este é o meu Brasil...

8 comentários:

Fábio disse...

Pois é Acantha, todo ano é a mesma coisa, janeiro trágico para variar, não precisa ser nenhum pai de santo (com todo respeito aos adeptos) para "prever" tais tragédias.
Mas logo o Carnaval chega e todo mundo esquece (pra variar, infelizmente...)
Feliz 2007 a todos (sê for possível!)

Acantha disse...

Você demorou muuuuito, FÁBIO... Saudades!

Manoel Carlos disse...

Outro dia vi alguma coisa sobre as empreiteiras terem, três dias antes da tragédia, criado um plano de fuga para os operários e começarem a botar vigas na área que desabou, ou seja, elas sabiam que havia risco de desabamento, mas não informaram aos órgãos responsáveis. É a impunidade de sempre.
Se haviam feito toscos remendos nas rachaduras é porque pretendiam entregar um túnel inseguro, como se sentem os brasileiros, especialmente os paulistanos, ao circularem por cidades com obras feitas por tais inescrupulosas empreiteiras?

Acantha disse...

Sentimo-nos como em relação a tantas outras coisas pouco comentadas, querido MANOEL CARLOS: uns perfeitos idiotas...

Eduardo. disse...

Eles acreditam até que a Globo pode ressucitar, por que não fazer os corpos saírem sozinhos do buraco...

Acantha disse...

Algo como ectoplasma, EDUARDO???

Marconi Leal disse...

Uma coisa é certa: se as vítimas fossem de classe média, como no caso do Sérgio Naya, as medidas seriam muito mais eficazes. Mas, um bando de pobres, pensam as autoridades, se não fossem soterrados iam acabar morrendo de fome ou de varíola mesmo...

Acantha disse...

Triste realidade essa nossa, MARCONI.. Muito triste.