terça-feira, agosto 19, 2008

QUADRO DE MEDALHAS

Inevitável o mau-humor olímpico que me invade nos últimos tempos...
As maravilhosas chances reais de medalhas alardeadas por aquela famosa
emissora baba-ovo de qualquer pseudo celebridade, enfim, não se transformaram em realidade. E o que vemos, novamente, são atetlas culpando os juízes, o assédio, o tempo, o vento, assim é.
Claro, para que um ganhe, alguém tem que perder e, mais claro ainda, perde o menos apto, física ou emocionalmente.
Emocional complicado o dos atletas brasileiros, não?
Ou a arrogância domina de uma forma que torna o profissional (profissional?) antipático, gerando sim uma torcida contrária (Lamento, Diego Hipólito. Além de não assistir, não torci por você. Mas torço para que você tenha sim aprendido a lição dos humildes.), ou o emocional afeta de tal forma que, onde uns buscariam a superação, outros se desculpam pelo abalo e perda de todo esforço empreendido por anos e anos. E culpa-se a falta de sorte..
Gente: é profissão. Eles TÊM que dar o melhor de si, ganham para isso!
Vou eu fazer menos que o máximo na minha profissão para ver quanto tempo continuo empregada...
Enfim, medalha alguma mudará minha vida, nem minha opinião muda a realidade. Mas urge superarmos a síndrome do coitadinho e ao mesmo tempo, descer do salto...
(ET: Ainda não era Argentina 3 X 0 Brasil...)

4 comentários:

Marcelo F. Carvalho disse...

Acantha, investimento, falta de estrutura e planejamento (até rimou), e o presidente cuspindo no microfone "nunca a delegação brasileira foi tão numerosa". Bem, pra que ser numerosa e quantidade (olha o clichê!) não é qualidade? EUA não é uma potência esportiva à toa. Enfim.
Ah, mas eu torci pra Argentina (pela 1ª vez)... Antes de ver medalhas, quero muito o Dunga fora da minha seleção!
________________________________
Abraço forte!

Fábio disse...

Minha singela sugestão aos "profissionais" do business esportivo. Espelhem-se no Dick Vigarista: "Mutley faça alguma coisa!" E provavelmente o cãozinho atenderá ao apelo, claro que antes com sutileza ironia estendendo a pata num sorriso sarcástico:
"Medalha, medalha, medalha!...."

acantha disse...

Queremos o Dunga fora, MARCELO. Mas quem entrará, substituindo-o? (Ficou bonita a colocação, não??)

acantha disse...

Agora que temos o quadro de medalhas, o que dizer das nossas, FÁBIO?